Aviso: O conteúdo aqui apresentado tem uma finalidade exclusivamente informativa sobre um tipo específico de jogo e como jogá-lo. O objetivo deste conteúdo não é nem promover nem disponibilizar um tipo de jogo, mas simplesmente informar o jogador acerca de como jogá-lo.


Diz-se que um jogador está “pot committed” (comprometido com o pote) quando ultrapassou um ponto sem retorno em relação à sua stack de fichas. Ele investiu tantas fichas que chegou a um ponto em que seria incorreto fazer fold em caso de ação posterior. 

Neste pequeno artigo sobre o termo “pot committed” e comprometimento com o pote no geral discutiremos as questões que frequentemente os jogadores colocam sobre o assunto:

  1. Quando é Que Estamos Pot Committed no Poker?
  2. Que Quantidade da Nossa Stack Podemos Investir Antes de Ficar Pot Committed?
  3. Como Devemos Jogar Quando Estamos Pot Committed?
  4. Quando Devemos Comprometer a Nossa Stack Com um Range Mais Amplo?
  5. Quando Devemos Comprometer a Nossa Stack Com um Range Mais Tight?
  6. Podemos Ainda Fazer Fold Após Investir um Terço da Nossa Stack?
     

Quando é Que Estamos Pot Committed no Poker?

Quanto mais fichas investirmos, melhor o preço (pot odds) que recebemos no caso do nosso adversário fazer all-in. Tendo isso em conta, precisamos de cada vez menos pot equity para fazer call corretamente a um all-in do nosso adversário. Assim que a nossa pot equity for maior do que a equity necessária para fazer call corretamente quando estamos contra um all-in, passamos a estar pot committed.

Que Quantidade da Nossa Stack Podemos Investir Antes de Ficar Pot Committed?

Depende muito do tipo de mão que tivermos. Por exemplo, se tivermos uma mão sem qualquer valor, podemos nunca ficar pot committed independentemente de já termos investido uma grande parte da nossa stack. Por outro lado, se a nossa mão tiver uma boa pot equity ficaremos pot committed muito mais rapidamente, mesmo que apenas tenhamos investido uma pequena percentagem da nossa stack.

Como Devemos Jogar Quando Estamos Pot Committed?

Estar pot committed significa que não devemos fazer fold em nenhuma altura no decorrer da mão (a não ser que o cenário mude dramaticamente com novas cartas na board). Não significa, no entanto, que devemos nós próprios fazer shove ou que colocar toda a stack no meio é sequer desejável. Depende fortemente da situação. Fazer apenas call (e não fazer raise em nenhuma altura da mão) será correto com algumas das mãos com que eventualmente ficaremos pot committed.

Quando Devemos Comprometer a Nossa Stack Com um Range Mais Amplo?

Devemos jogar para stacks com um range de mãos mais amplo se o nosso adversário tiver a tendência de jogar muitas mãos e/ou gostar de fazer muitos bluffs. Devemos, também, ficar pot committed com um range mais amplo quando uma grande quantidade das fichas já foram parar ao meio da mesa. Quanto maior for o pot, melhor será o preço para fazer call e menor será a equity necessária para fazer all-in.

Quando Devemos Comprometer a Nossa Stack Com um Range Mais Tight?

Devemos jogar para stacks com um range mais tight se o nosso adversário for, também ele, tight e/ou raramente fizer bluff. Devemos também comprometer-nos com um range mais tight se as stacks forem grandes. 

Podemos Ainda Fazer Fold Após Investir um Terço da Nossa Stack?

Sim, poderá ser correto fazer fold após investir 1/3 da nossa stack apesar de muitos jogadores dizerem o contrário. Depende, puramente, do tipo de mão que temos (mãos mais fracas têm uma menor probabilidade de ficar pot committed mesmo depois de investir uma grande parte da nossa stack de fichas). O runout da board (a forma como se desenvolve) é, também, importante. Podemos estar pot committed com uma mão no flop, por exemplo, mas deixar de o estar se a board mudar dramaticamente em streets futuras.

Considerações Finais

Bons jogadores desenvolvem uma boa intuição para perceberem quando estão pot committed e quando não estão. No entanto, não se trata apenas de intuição. O SPR (stack to pot ratio – rácio da stack em relação ao pot) ajuda a providenciar uma base matemática para compreender que tipos de mãos estão comprometidas com o pot em determinada situação. 

Sobre o Autor
Por

Amante e jogador de poker, Frederico traz temas de interesse sobre a modalidade para o nosso blog. Artigos sobre estratégia, dicas, notícias ou simples curiosidades marcarão presença assídua aqui, na 888Poker.

Artigos Relacionados

Prepare-se Para as WSOP!

Bad Beat - O Que É?

Trio - O Que É?

Nuts - O Que É?

Textura - O Que É?

Heads Up - O Que É?

Bottom Pair - O Que É?

9 Dicas de Poker Online

Empate no Poker

Mecânico de Cartas