Aviso: O conteúdo aqui apresentado tem uma finalidade exclusivamente informativa sobre um tipo específico de jogo e como jogá-lo. O objetivo deste conteúdo não é nem promover nem disponibilizar um tipo de jogo, mas simplesmente informar o jogador acerca de como jogá-lo.


O termo ‘textura’ no poker é utilizado para descrever a relação entre as cartas visíveis, especialmente cartas comunitárias em jogos como o Texas Hold’em e o Omaha

Por exemplo, um flop K72 rainbow (cartas de naipes diferentes) é geralmente descrito como um flop de textura seca (dry flop) devido ao facto de não existir qualquer conectividade entre as cartas. 

O termo textura também pode ser utilizado para descrever outro tipo de cartas, como a textura das upcards de um jogador num jogo de Seven Card Stud.


Índice

  1. Explicação de Textura
  2. Como Utilizar a Textura da Board como Parte da Sua Estratégia


Explicação de Textura

No Hold’em e Omaha, os jogadores usam as seguintes expressões para descrever os diferentes tipos de texturas de board:

  • Rainbow – Indica que todas as cartas são de naipes diferentes (utilizado no flop e no turn).
     
  • Dois Tons – Indica que duas das cartas na board são do mesmo naipe (utilizado no flop e no turn).
     
  • Monotom – Indica que todas as cartas na board são do mesmo naipe (utilizado no flop e no turn).
     
  • Ragged – O oposto de “conectada”. Indica que não há nenhuma (ou quase nenhuma) coordenação entre as cartas da board. “Rag” é também o termo utilizado no poker para descrever uma carta de pouco valor.
     
  • Seca – Similar a “ragged”. Indica que não há conectividade entre as cartas, tanto a nível de sequências como flushes.
     
  • Drawy – Indica que existe uma grande quantidade de possíveis straight draws ou flush draws disponíveis na board.
     
  • Emparelhada – Indica que há um par na board.

Exemplo da expressão “Textura” utilizada numa frase -> A textura daquele flop não beneficia em nada par de Ases.

Como Utilizar a Textura da Board como Parte da Sua Estratégia

A estratégia pós-flop correta em qualquer jogo de poker será fortemente dependente da textura da board. Aquela que pode ser considerada uma textura de board drawy numa variante de poker não tem necessariamente de o ser noutras variantes.

É também importante lembrar-nos de que uma board ter uma textura drawy ou mais seca não é uma propriedade necessariamente inerente ao tipo de board, mas tem mais a ver com a forma como os ranges de mãos dos jogadores interagem com ela. Uma board até pode parecer drawy, mas ser, na verdade, seca porque os ranges de nenhum dos jogadores envolvidos na mão conecta com ela.

A força relativa de várias mãos também muda em conjunto com a textura da board. No Hold’em, top-pair-top-kicker (TPTK) até pode ser uma boa mão numa board seca, mas perde muito do seu valor numa board monotom, assumindo que o kicker não é do mesmo naipe da board.

Compreender e dominar as subtilezas dos diferentes tipos de texturas de board leva algum tempo. Apenas os jogadores experientes têm uma forte compreensão sobre como adaptar a sua estratégia à ampla variedade de texturas de board. Mas temos a certeza que com trabalho e dedicação, este será um tema que dominará rapidamente.

Boa sorte nos panos!

Sobre o Autor
Por

Amante e jogador de poker, Frederico traz temas de interesse sobre a modalidade para o nosso blog. Artigos sobre estratégia, dicas, notícias ou simples curiosidades marcarão presença assídua aqui, na 888Poker.

Artigos Relacionados

Calling Station - O Que É?

WSOP - 10 Coisas a Fazer

Bring-in - O Que É?

A-Game - O Que É?

Prepare-se Para as WSOP!

Bad Beat - O Que É?

Trio - O Que É?

Nuts - O Que É?

Heads Up - O Que É?

Bottom Pair - O Que É?