Se já alguma vez considerou deixar a escolar ou os estudos para jogar poker, pense duas vezes! Temos respostas e conselhos de profissionais sobre este polémico tópico.

Está a pensar desistir da escolha para perseguir o sonho de se tornar um jogador de poker profissional? O mundo do poker está repleto de histórias chocantes sobre gente que realmente vingou no poker à grande. No entanto, e assim como os melhores torneios de poker do mundo, para cada história de sucesso de um jogador, existem centenas de histórias que não correram nada bem..apesar de raramente se ouvir falar delas.

Como alguém que abandonou a faculdade de direito e posteriormente abandonou uma carreira na educação para seguir o poker (para ser justo, eu tenho um diploma Artes da Universidade de Wisconsin - Madison), muitas vezes questiono-me como seria a minha vida se eu tivesse escolhido um caminho diferente.

Felizmente, abandonar a escola para jogar poker funcionou para mim, embora numa fusão única de jogador e escritor. Veja bem, eu não ganho a vida apenas a trabalhar na indústria, eu jogo também e até já ganhei uma bracelete de ouro nas World Series of Poker em 2013.

 

Mas será que desistir da escola será alguma vez uma boa ideia?

A questão que quero explorar aqui é se aqueles que pensam atualmente em abandonar a escola para seguir uma carreira no poker o devem fazer.
Não há como negar que o poker é agora um jogo diferente do que era nos anos seguintes ao boom do poker.

Por exemplo, quando eu ia ao Harrah's New Orleans para jogar poker em 2007, não era uma questão de ganhar ou não, mas sim quanto. Naquela altura, cada mesa tinha talvez um ou dois jogadores que sabiam o que estavam a fazer, e o resto estava lá apenas para doar. Esse já não é o caso, pois os jogadores hoje em dia são muito mais instruídos e será uma sorte encontrar um único elemento fraco na mesa de poker.

Antigamente, era difícil de ganhar a vida facilidade através do poker, mas hoje em dia, esse já não é o caso. Digamos que agora é difícil por toda a parte. Decidi pesquisar a comunidade de poker, e os resultados foram claros - não saia da escola para perseguir o poker! Tal não quer dizer que não deve perseguir o seu sonho; pelo contrário, o consenso era dar uma oportunidade ao poker, mas fazê-lo nas circunstâncias certas. Para a maioria, isso significava terminar primeiro a escola (para que tenha um diploma como segurança) enquanto trabalhava, possivelmente, num emprego paralelo (tal ajuda a aumentar a banca).

Quando perguntei à comunidade de poker o que pensavam sobre o assunto, recebi dezenas de respostas. Seguem em baixo algumas das melhores, a favor e contra a perseguição do sonho do poker, por alguns dos nomes mais reconhecidos e respeitados no jogo.

 

Matt Vengrin (Profissional de Poker com $971,134 no Total em ganhos ao vivo)

Acordei uma manhã e perguntei a mim próprio se estava feliz na faculdade. A resposta foi um grande "não", e decidi desistir. Faltava cerca de um semestre para me formar em Psicologia. Não me arrependo nem um pouco. Nos últimos 11 anos, tenho feito o que quero quando quero e viajo pelo mundo. Conheci tantas pessoas interessantes durante este percurso e não teria feito as coisas de outra maneira.

Dito isto, não é uma profissão fácil. Tem os seus altos e baixos.

Uma das coisas que aprendi na vida é que quem trabalha mais será o mais bem-sucedido. É tão simples como isto. Todos querem ser os melhores jogadores de poker do mundo, mas nem todos estão dispostos a trabalhar. O outro conselho que dou é que todos caem, mas quem estiver disposto a recuperar e a levantar-se terá um enorme sucesso em tudo o que desejarem fazer.

Se está a ler isto e a pensar no que fazer com a vida e em correr risco que as outras pessoas dizem que não, o meu conselho é 'força', avance mas faça-o apenas se estiver disposto a apostar em si mesmo e trabalhar arduamente para isso.


William Sturiano (Mid-stakes Poker Grinder)

Pode jogar poker e ir à. Termine a faculdade, crie e domine o poker bankroll management e divirta-se. Quando joga poker como a sua única fonte de rendimento, tal traz um elemento de pressão ao poker, em oposição ao poker ser uma fuga às pressões da vida.

Eu sei que o "poker profissional" parece fascinante, mas a realidade é que se transforma num esquilo que tem que sair do seu esconderijo, juntar as suas nozes, ao mesmo tempo que tenta fugir de todos os predadores que estão a tentar devorá-lo.

Se mudaria a decisão que tomei para deixar a minha carreira de 25 anos? Não, mas estou na casa dos 50 anos e não tenho dependentes.


Kyle “KPR16” Ray (Lenda do Poker Online)

O meu conselho para as pessoas é que, sob nenhuma circunstância, abandonem a escola para jogar poker. Saí no último ano de um Bacharelato em Marketing. Considero-me um dos casos de maior sucesso e mesmo assim lamento. Estou a gostar de voltar para a escola agora, com um pouco mais de maturidade, mas ainda assim gostaria de ter completado os estudos enquanto lá estava a primeira vez.

Eu acrescentaria ainda que o poker ensinou-me muito, e sempre serei grato por isso. Especialmente quando se trata de investir, pois duvido que exista uma área de treino melhor do que o poker no que diz respeito a lidar com riscos e incertezas. Mas sim, permanecer na escola é um ótimo conselho.


Albert Destrade (Jogador de poker e sobrevivente: 2º lugar no South Pacific)

Um dos elementos mais interessantes deste dilema é colocar a questão de quão viável e lucrativo frequentar grade parte das universidades nos dias de hoje.

É preciso avaliar bem o crescente custo da educação e o seu peso contra o benefício de ter um "canudo".


Scott Davies (campeão do Evento Principal do WSOP Ásia-Pacífico de 2014)

Por favor, não ofereçam palavras de incentivo àqueles que abandonam a escola para jogar poker. Embora alguns, sem dúvida, o façam, a maioria são crianças com ilusões e prestes a tomar uma decisão que pode ter consequências catastróficas para o resto das suas vidas.

Eu diria a alguém que pensa em fazer isso: o poker vai sempre lá estar.


Mike “MeleaB” Brooks (Jogador de Poker Online)

Há seis anos atrás, até podia valer a pena se tivesse talento para o jogo (capacidade de análise/solucionador de problemas inato). Hoje, com essas mesmas habilidades, é definitivamente um não. Em 2010, com essas características e muito trabalho, seria bastante viável mais de $200 mil por ano e, na verdade, relativamente fáceis para alguns. Além disso, havia poucas indicações para acreditar que haveria um fim a esse tipo de estilo de vida favorável.

Hoje em dia, esses jogadores, mesmo permitindo um aumento médio na capacidade, iriam conseguir perto de 25% desse salário, com boas razões para acreditar que as coisas poderiam piorar.

Atualmente, não há praticamente nenhuma boa razão (pelo que vejo) para abandonar a escola ou deixar um emprego decente. Se alguém possuir as habilidades necessárias para pertencer ao grupo atual de jogadores de elite que ganha um salário saudável, deve jogar em tempo parcial até que essa crença seja reforçada pelos resultados a longo prazo e os seus estudos estejam concluídos.


Tom Schneider (Jogador do Ano WSOP 2007)

A vida é sobre opções. Jogar poker restringe muito o seu mundo. Ganhar $50.000 sem trabalhar demais parece incrível até daqui a 20 anos, quando os seus amigos ganharem $200.000 ou mais.

O poker é uma batalha contra si e todas as coisas que o seu cérebro diz quando as coisas não estão a ir bem. Existem menos de 1000 pessoas no mundo que têm uma vida decente consistente há mais de 10 anos. Mantenha todas as suas opções em aberto para maximizar os seus rendimentos.


Alex “Assassinato” Fitzgerald (Jogador de Poker Online, Coach e Autor)

O poker foi a maior e melhor viagem que jamais poderia ter imaginado. Aprendi disciplina e capacidade no jogo. Eu vi o mundo. Conheci pessoas de todos os credos e profissões. Abri minha mente. Dito isto, eu gostaria muito de ter uma educação formal, aprender e estudar com outras pessoas da minha idade.

Crescer em casinos, aeroportos e buracos não é propício para maturidade e felicidade. Eu sou a excepção, não a regra. Não saia do seu emprego diário. Seja um aprendiz, vá para a Universidade para um Instituto, seja o que for, mas vá aprender uma profissão.

Obtenha uma especialidade. O poker estará sempre por perto.

 

Jason Brin (Campeão do 2015 World Poker Tour Choctaw)

As carreiras profissionais de poker são inexistentes. Sem um patrocínio, um acordo de apoio, uma família abastada, ou sem esse dinheiro incrível e único na vida, as carreiras são inexistentes. As carreiras profissionais são aquelas que geram riqueza, das quais se poderá depois afastar e viver dos rendimentos gerados do passado.

Fique na escola.

Nada melhor do que ignorar um torneio e não ligar nenhuma. O mundo do poker está a mudar para semi-profissionais, cuja principal fonte de rendimento não é o poker.


John Reading (Vencedor da Bracelete WSOP 2015)

Pergunte a si mesmo: "Vejo-me a fazer isto daqui a 10 ou 20 anos, independentemente das circunstâncias?" Essa pessoa terá paixão e força de vontade para lutar para ser a melhor, em todos os aspectos do jogo, através de todas as dificuldades que inevitavelmente surgem durante a experiência crescente? Pessoalmente, eu amo o jogo, mas é para lá de stressante, portanto dou por mim para trás e para a frente sobre jogar a tempo inteiro ou em part-time a cada ano.

Existem muitos cursos/áreas de educação onde as pessoas podem avançar, o que por sua vez também beneficia o seu jogo de poker. Se quer que a sua vida seja sobre o poker e nada mais, abandone e vá em frente, mas se quiser criar um nome/impacto noutros aspectos deste mundo, olhe para ele como um hobby lucrativo e aproveite o melhor de dois mundos.


Jake Balsiger (3º lugar no Main Event do WSOP 2012)

Há dez anos atrás, eu não me opunha totalmente às pessoas que abandonassem. Acho que há um valor real em tentar fazer que um sonho realmente funcione. Mesmo se falhar, ainda resta muita vida para ser vivida. No entanto, no mundo atual, aproximamo-nos cada vez mais da IA (inteligência artificial) a cada dia, portanto acho que seria um grande erro.

O online não será mais possível, e mesmo os jogos de poker ao vivo provavelmente sairão prejudicados. Embora as pessoas não tenham permissão para usar o software de poker na mesa, semi-memorizar ranges de mãos de poker decentes e quando/como c-bet é, acredito, tudo o que seria necessário para que os profissionais não fizessem mais disto uma carreira viável.

 

Josh Brikis (Antigo Poker Pro com mais de $1,5 milhões em ganhos em torneios)

Essa é uma daquelas situações, mesmo que tenha a sorte em ter sucesso por um curto período de tempo, ainda assim é 100% uma decisão errada.


Jesse Sylvia (vice-campeão do evento MaiR do WSOP 2012 e campeão do WPT Borgata Poker Open)

Basta escrever "NÃO O FAÇA" no maior tamanho que se consiga escrever.

escola de poker


Os números não mentem!

Não é uma grande amostra, mas dos 45 jogadores que responderam à minha pesquisa, 78% (35) acreditam que abandonar a escola para seguir o poker profissionalmente não será uma grande ideia. Por outro lado, 15% (7) apoiam tal decisão, enquanto 7% (3) ficaram indecisos.

Em conclusão, se está a pensar em sacrificar a sua educação em detrimento do poker, pense duas vezes. Se ainda assim for algo que deseja experimentar, defina metas realistas, mantenha as suas expectativas fundamentadas e certifique-se que tem um plano.

 

Sobre o Autor
Por

Os artigos sobre poker que não vai querer perder. Tudo sobre o melhor poker físico e online, em Portugal. Encontrará aqui artigos sobre 888 Poker e os seus torneios e todos os eventos especiais que possam ser do seu interesse. Abordamos igualmente o tópico sobre estratégias de jogo, mãos de poker, dicas vitais para vencer nas mesas, curiosidades, factos e tudo o que se possa relacionar com o poker em Portugal.

Artigos Relacionados
Cores e Valores das Fichas de Poker

As Cores das Fichas

Poke Radar

Poke Radar

Tudo Sobre o Hold'em Manager

Hold'em Manager - Saiba Tudo

Entre no Mundo Infinito do Discord

Discord

Fóruns de Poker - Importantes?

Fóruns de Poker - Importantes?

Terminologia do Poker - Frases e Significados Comuns

Terminologia do Poker - Frases e significados comuns

O que é Coinflip no Poker?

O que é Coinflip no Poker?

Malas de Poker

Malas de poker

Jogos de Cartas

Jogos de Cartas

Poker Dinheiro Real - Emoções ao Rubro

Poker Dinheiro Real - Emoções ao Rubro