Aviso: O conteúdo aqui apresentado tem uma finalidade exclusivamente informativa sobre um tipo específico de jogo e como jogá-lo. O objetivo deste conteúdo não é nem promover nem disponibilizar um tipo de jogo, mas simplesmente informar o jogador acerca de como jogá-lo.


O termo bring-in é utilizado para identificar o primeiro jogador a agir num jogo Stud. Em Seven Card Stud, o bring-in é o jogador que tem a upcard (carta virada para cima) mais baixa na terceira street.

O termo também se refere à quantidade de fichas que o jogador que ocupa esta posição deve colocar no pote antes de agir na terceira street (um pouco como as blinds no Texas Hold’em). Esse jogador pode fazer check e apenas pagar o bring-in ou pode completar (fazer raise) para um montante igual ao da aposta pequena.
 

Índice

  1. Explicação de Bring-In
  2. Como Usar o Bring-in Como Parte da Sua Estratégia de Poker
     

Explicação de Bring-in

O bring-in é normalmente um montante mais pequeno do que tanto a aposta pequena como a aposta grande em jogos Stud (repare que Stud é quase sempre jogado num formato fixed-limit, mesmo hoje em dia).

Num jogo Stud, com limites €5/€10 (aposta pequena/aposta grande) um bring-in lógico teria o valor de €2. De qualquer forma, o tamanho é definido pelo casino. O primeiro jogador a agir na terceira street (a primeira ronda de apostas em Stud) deve pagar o bring-in (€2 neste caso) ou “completar” para o valor da aposta pequena (€5 neste caso).

Sendo assim, o bring-in é quase como os pagamentos obrigatórios em Hold’em e Omaha denominados por blinds. Pagar o bring-in pode ser considerado similar a fazer limp pré-flop, enquanto completar para a aposta pequena pode ser considerado equivalente a fazer open-raise.

Ao contrário do que acontece noutras variantes de poker, não há botão de dealer em Stud. O bring-in é sempre o jogador que recebe a pior upcard na terceira street. É, por isso, possível ser o bring-in várias vezes seguidas (obviamente, a quantidade de vezes acaba por equilibrar no longo prazo).

Exemplo do termo “bring-in” utilizado numa frase -> Em Stud, bring-in pode referir-se tanto à posição de um jogador como à quantidade de fichas que o jogador que ocupa essa posição deve colocar no pote na terceira street. 

Como Usar o Bring-in Como Parte da Sua Estratégia de Poker

Não há nada de errado em pagar o bring-in em vez de fazer complete no Stud. Aliás, é normalmente a coisa mais acertada a fazer, dependendo do tipo de mão inicial que tem. Naturalmente, se recebermos lixo, não há uma verdadeira razão para investir mais do que o bring-in, pois não queremos tornar a situação ainda menos lucrativa do que aquilo que já é.

Aliás, alguns tipos de mãos iniciais em Stud têm melhor jogabilidade em potes multiway. Colocar apenas o bring-in encoraja mais adversários a entrar no pote.

Sempre que possível, queremos limitar o número de jogadores na mão quando temos mãos premium, e fazer complete pode ajudar a atingir este objetivo. Mas também é necessário considerar as tendências dos nossos adversários. Considerando que Stud é jogado num formato fixed-limit, muitos adversários estão sempre muito relutantes em fazer fold na terceira street, especialmente nos limites mais baixos. Às vezes, a nossa decisão de pagar o bring-in em vez de completar é mais um reflexo dos adversários que temos na mesa do que um reflexo da nossa mão inicial.

Veja Também

Para um melhor entendimento das regras e estratégia de Seven Card Stud, leia o nosso artigo dedicado ao tema, disponível no início deste artigo.

Sobre o Autor
Por

Amante e jogador de poker, Frederico traz temas de interesse sobre a modalidade para o nosso blog. Artigos sobre estratégia, dicas, notícias ou simples curiosidades marcarão presença assídua aqui, na 888Poker.

Artigos Relacionados

Calling Station - O Que É?

WSOP - 10 Coisas a Fazer

A-Game - O Que É?

Prepare-se Para as WSOP!

Bad Beat - O Que É?

Trio - O Que É?

Nuts - O Que É?

Textura - O Que É?

Heads Up - O Que É?

Bottom Pair - O Que É?